Pagina Principal Pagina Principal Pagina Principal Meu Cadastro Compras realizadas Fale Conosco Adicione a gente no Facebook
História da Cachaça
1a parte. Há muito tempo atrás    
2a parte. Portugal, Brasil e cachaça    
3a parte. A revolta da Cachaça    
4a parte. A bebida do Brasil e do Mundo    
Cachaça Havana Anísio Santiago, a melhor cachaça do mundo    
Curiosidades sobre a cachaça - Origem    
Glossário da cachaça - Termos e significados    
Salinas a capital mundial da cachaça    
X Festival Mundial da Cachça em Salinas/MG    
História da Cachaça
Cachaça Havana Anísio Santiago, a melhor cachaça do mundo

Vamos começar contando um pouco deste mito, ou melhor, desta cachaça mineira, como não poderia deixar de ser.


Breve história
A cachaça artesanal Havana – Anísio Santiago é considerada por muitos a melhor pelo seu padrão de qualidade e pela escassez de sua oferta no mercado, foi capaz de conquistar consumidores da classe média e alta que sempre preferiram degustar bebidas importadas. A cachaça de Anísio Santiago fez tanto sucesso que se tornou produto mitológico. Quem tem uma garrafa guarda como se fosse um tesouro. É Consumida somente em ocasiões muito especiais.

Produzida em Salinas, Norte de Minas Gerais, desde a década de 1940, essa marca tornou-se símbolo da cachaça artesanal do País devido à sua qualidade e tradição. Com produção limitada e envelhecida por cerca de oito anos em tonéis de bálsamo, tornou-se rara no mercado, sendo disputada por degustadores e colecionadores do País e do exterior. Há quem diga que até Fidel guarda algumas garrafas.


A fabricação

A Havana é produzida na Fazenda Havana no Norte de Minas Gerais, possui seu próprio canavial, a cana utilizada na fabricação da cachaça é a Java, a cana cortada manualmente é moída no mesmo dia, o caldo extraído (garapa) é encaminhado para as dornas de fermentação. O alambique de cobre favorece a qualidade da cachaça, pois ajuda na eliminação de compostos sulfurosos, de aroma desagradável. O sistema de aquecimento da panela é alimentado com lenha e bagaço de cana. O vinho, resultado do processo de fermentação do caldo de cana (garapa) é levado ao alambique de cobre até o montante de duzentos e cinquenta litros (50% da capacidade do alambique), onde são condensados por resfriamento onde são produzidos cerca de 30 litros de cachaça.

O envelhecimento
Tonéis de madeira são aplicados aos principais destilado do mundo. Aprimora a qualidade sensorial do aroma e do paladar, agregando valor ao produto, com a Havana não é diferente, ela é envelhecida em tonéis de madeira bálsamo por muitos anos (em média 8), resultando em bebida de tom amarelo e gosto forte.


A comercialização

A teoria econômica define como produto de oferta inelástica aquela cuja quantidade ofertada no mercado permanece constante, independentemente da variação do preço e da demanda. A cachaça Havana – Anísio Santiago é produto que se encaixa neste conceito econômico de oferta e procura.

A sua demanda é reprimida pela oferta restrita no mercado. São comercializadas no MÁXIMO sete mil garrafas de 600 ml no mercado por ano. Com esse método reservado controla-se o estoque da cachaça (envelhecida) disponível para comercialização ao longo do ano. Com isso a cachaça tornou-se extremamente valorizada e muito cobiçada.

 

O segredo

Mas qual o grande segredo dessa cachaça? Ninguém sabe! Mas a produção limitada por alambicada e o envelhecimento permitem o aprimoramento das características sensoriais da cachaça, tornando-a mais fina em aroma e paladar.


Degustação
Possui um aroma leve que não faz lacrimejar os olhos, o cheiro de madeira é bem evidente.
Ela escorre no copo e deixa uma marca como se fosse óleo. Ao entrar em contato com a boca se mostra uma cachaça forte, porém não é acida, ela é picante e deixa na boca um gosto agradável que provavelmente vem da madeira bálsamo dos tonéis onde é envelhecida.

Ao contrário das outras cachaças, ela não desce “rasgando”, desce macio e deixa um calor no peito.

Recomendo a todos essa maravilhosa cachaça, que é orgulho dos Mineiros e também de todos nós Brasileiros.

Informações

■Grad. Alcool.: 44,8 % Vol.)
■Produzida na fazenda HAVANA na cidade de Salinas (MG)
■Conteúdo : 600 ml
■Garrafa : tradicional
■Prazo de Validade : Indeterminado
■Preço: 175 a 900 reais a garrafa

 Fonte: www.papodebar.com.br


Compartilhar nas Redes Sociais
| |


Desenvolvimento: qualitÉ! Tecnologia Mercado Bar ® 2009. Todos os direitos reservados.   Administração  Webmail
PÁGINA PRINCIPAL | EMPRESA | ESPECIAIS | POLÍTICA DE PRIVACIDADE | CONTATO
Montes Claros (MG) CEP: 39.400-000
vendas@mercadobar.com.br (38) 9105-3710